Precisamos falar sobre a importância do momento e das receitas para o natal

7 minutos para ler

Raramente encontramos alguém que diz não gostar das comemorações natalinas. Entre a decoração aconchegante e as receitas para o Natal, temos no fim de ano um momento bastante propício para descansar, reunir a família e confraternizar com os amigos.

Contudo, muita gente acaba se esquecendo da real importância, da simbologia e do espírito do Natal. Por isso, achamos pertinente relembrar a história da data, bem como trazer receitas típicas que possam agregar significado nas celebrações natalinas da sua casa. Que tal? Entenda mais!

A história e o significado do Natal

Árvore de Natal, presentes e Papai Noel. Você já parou para pensar que o significado da data comemorativa mais aguardada do ano, na verdade, tem raízes mais profundas? Se você acha que estamos falando do Cristianismo e do aniversário de Jesus, adiantamos que o significado do dia 25 de dezembro vai além disso.

Essa data é comemorada há, pelo menos, 7 mil anos antes do nascimento de Cristo. E o motivo está na celebração do solstício de inverno — a noite mais longa do ano no hemisfério norte, em que o Sol fica mais tempo no céu, até o auge do verão. Logo, a data celebra o quanto o fenômeno natural é importante para a agricultura e para colheitas mais fartas.

Com o passar do tempo, a mesma comemoração foi sendo adaptada de acordo com a época e o lugar:

  • os gregos cultuavam Dionísio, o deus do vinho e do prazer, para celebrar o solstício;
  • os egípcios utilizavam a data para relembrar a passagem do deus Osíris para o mundo dos mortos;
  • os chineses homenageavam — e ainda fazem isso — o símbolo do equilíbrio e da harmonia da natureza, o yin-yang;
  • os povos primitivos da Grã-Bretanha festejavam ao redor de um monumento que marcava a trajetória do Sol ao longo do ano, conhecido como Stonehenge, erguido em 3100 a.C.;
  • os romanos celebravam o deus da luz, Mitra, com muita comida, bebida e presentes.

Quando o Cristianismo surgiu, os fiéis em Roma comemoravam apenas datas religiosas que se relacionavam à morte ou ao martírio. No caso de Jesus, temos sua crucificação, na Sexta-feira Santa, e sua ressurreição, na Páscoa. Todavia, as pessoas não queriam perder a festividade do solstício e, junto da Igreja, elegeram o dia 25 de dezembro como o dia do nascimento de Cristo — mesmo que o Novo Testamento não diga nada a respeito.

Mesmo depois disso, o Natal continuou recebendo contribuições culturais de outros povos. Os nórdicos, por exemplo, celebravam o Yule, uma homenagem ao solstício. A decoração e a árvore de Natal são um costume deles, além do ser sobrenatural que distribui presentes — originalmente um gnomo que, com mais interferências culturais, passou a ganhar traços humanos, sendo associado a São Nicolau.

O Natal enquanto confraternização

Com tanta celebração no decorrer dos tempos, há algo que não deixamos de fazer: aproveitar a data natalina para confraternizar. Independentemente das nossas crenças, sabemos o quanto o Natal é importante para reunir a família e os amigos, nem que seja apenas no final do ano.

Herdamos dos antepassados, cristãos ou não, a tradição de celebrar com fartura e alegria, principalmente ao redor de uma bela ceia. Por isso, muita gente abre mão das dietas para aproveitar cada segundo, cada tempero e cada receita típica. Se você é uma dessas pessoas, a seguir temos sugestões interessantes para surpreender seus convidados de forma simples e econômica!

Receitas para o Natal

De pratos mais tradicionais aos mais práticos, fizemos questão de selecionar um passo a passo a fim de que você organize uma ceia de Natal gostosa e prática. Dividimos as ideias entre ceia e sobremesa, com duas receitas baratas e ao mesmo tempo elegantes.

Ceia — Arroz Natalino

Para preparar o Arroz Natalino, que serve como um ótimo prato para acompanhar carnes e outras receitas típicas, você vai precisar de:

  • 1 cebola ralada;
  • Sal e azeite a gosto;
  • 3 xícaras de chá de arroz;
  • 1 xícara e meia de chá de cogumelo picado;
  • 2 xícaras de chá de presunto em cubos;
  • 2 xícaras de chá de nozes;
  • 1 colher de sopa de salsa;
  • 1 xícara de chá de uva-passa;
  • 1 xícara de chá de água;
  • 2 xícaras de chá de vinho branco.

Em uma panela, você vai aquecer o azeite e dourar a cebola, temperando com sal e acrescentando o arroz. Adicione o cogumelo, mexa por 1 minuto e deixe refogar por mais 1 minuto. Depois coloque a uva-passa e, aos poucos, acrescente água e vinho. Quando estiver praticamente em ponto de cozimento, junte as nozes e misture até secar de vez. Para servir, polvilhe com salsa picada. 

Sobremesa — Torta Holandesa de Natal

Para preparar essa torta natalina, você vai precisar de ingredientes para a massa, para o creme e para a cobertura.

Ingredientes da massa

  • 100g de manteiga derretida sem sal;
  • 130g de biscoito maisena (mais ou menos meio pacote);
  • 1 pacote de biscoito tipo Calipso.

Ingredientes do creme

  • 1 lata de leite condensado;
  • 200g de manteiga (temperatura ambiente);
  • 500g de creme de leite fresco e gelado;
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha;
  • 2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro.

Ingredientes da cobertura

  • 170g (1 tablete) de chocolate meio amargo;
  • 200g (1 caixinha) de creme de leite UHT;
  • 30g de chocolate branco para decorar.

Primeiro, você vai untar com óleo as laterais de um tabuleiro ou forma redonda com fundo falso de 23cm. Depois, comece a preparar a massa, triturando os biscoitos de maisena no liquidificador e misturando a manteiga derretida até criar uma farofa úmida. Em seguida, cubra o fundo da assadeira untada com essa farofa, colocando nas laterais os biscoitos Calipso com seu chocolate voltado para fora.

Assim que essa estrutura estiver pronta, leve-a ao freezer por 30 minutos e, enquanto isso, prepare o creme. Na batedeira, misture a manteiga e o açúcar, acrescentando a essência de baunilha e o leite condensado, até criar uma boa consistência. Bata o creme de leite separadamente, até que ele fique em ponto de chantilly. Depois, misture os dois cremes e despeje na base da sua torta. Volte com ela para a geladeira por três horas, no mínimo.

Agora, é a hora de fazer a cobertura! Derreta o chocolate meio amargo em banho maria — ou no micro-ondas — e misture o creme de leite. Despeje essa ganache sobre a torta e alise com uma espátula. A seguir, é só derreter o chocolate branco, colocá-lo em um saco plástico com uma ponta cortada e decorar a superfície do modo que desejar. Pronto, agora é só servir gelado.

As receitas para o Natal que ensinamos acima deram aquele gostinho de clima natalino na boca? Agora que você já se atualizou sobre o significado da data e tem em mãos pratos novos para testar, não deixe de aproveitar o momento para renovar também a sua casa e contextualizar cada ambiente com a decoração adequada. O fim de ano pede e seus convidados vão se sentir realmente acolhidos!

Não guarde as dicas que aprendeu aqui somente para si: compartilhe o post nas suas redes sociais!

Posts relacionados

Deixe um comentário