Como organizar um réveillon em família inesquecível?

6 minutos para ler

O fim de ano se aproxima e já começamos a nos preocupar em como organizar um réveillon em família. Afinal, esse é o melhor momento para estreitar os laços e criar uma experiência inesquecível, aproveitando ao máximo as celebrações e as pessoas que amamos.

Para tornar tudo ainda mais especial, resolvemos ajudar você com dicas práticas de como preparar a melhor ceia da virada. Tome nota de todos os detalhes e já comece a organizar seu final de ano para fechar 2019 com chave de ouro!

Defina os convidados

O ponto de partida para um réveillon em família prazeroso é ter em mente quem serão seus convidados. Para isso, prepare uma lista com os nomes de familiares e amigos que participarão da ceia e dos festejos.

Ao saber a quantidade de pessoas presentes, você vai ver que fica mais fácil planejar todas as outras etapas da sua celebração da virada — como a definição do cardápio, que veremos logo adiante. Pode parecer besteira, mas até a quantidade de bocas do seu fogão entra em jogo! Afinal, se você vai preparar uma ceia para mais pessoas, vai precisar de mais panelas operando ao mesmo tempo.

Caso queira formalizar a sua lista de convidados, envie convites aos participantes, com o seu endereço, data, horário e contato. Ele pode ser entregue pessoalmente, por e-mail ou até mesmo por mensagens instantâneas, como o WhatsApp. O importante é sinalizar o evento e, é claro, pedir confirmação.

Pense na decoração

A etapa anterior também vai possibilitar a montagem da decoração de fim de ano da sua casa. Isso porque você vai precisar conferir a quantidade de copos, talheres, pratos e travessas que tem disponível, por exemplo. No caso da ceia, todos esses componentes são essenciais e, quando bem combinados, criam um aspecto convidativo e elegante à mesa.

Além dos utensílios e da louça, você também deve considerar a toalha da mesa, os enfeites, arranjos e o que mais desejar acrescentar na decoração do jantar de fim de ano. Se você não tiver todos os itens necessários e vai receber um maior número de pessoas, uma dica é o aluguel — alguns buffets ou casas de festas oferecem esse serviço separadamente e é uma verdadeira “mão na roda” quando estamos esperando muitos convidados.

Para que tudo fique com aquela atmosfera de celebração de réveillon, você também pode aproveitar alguns objetos do Natal, como estrelas douradas, laços prateados, entre outros. Mescle garrafas de vidro com flores ou arranjos um pouco mais elaborados, principalmente para a sala de estar, para a própria mesa da ceia e para algum aparador.

Invista em comidas típicas

Lembra do cardápio? Na hora de montá-lo, tente reunir algumas comidas típicas dessa época do ano. Uma mesa com bowls de frutas e castanhas é uma ideia interessante: aposte também nas frutas secas, nas tâmaras, no pistache, no figo, nas nozes e na macadâmia. Para incrementar, sirva alguns patês e geleias com queijos variados ou conservas e outros petiscos.

Essas opções são típicas do fim de ano, são leves e combinam bastante com uma bebida para entreter os convidados e servir de aperitivos antes da ceia. Além das alternativas já mencionadas, você pode incluir:

  • amendoim;
  • azeitonas;
  • torradas;
  • lentilha;
  • batatas assadas;
  • torresmos;
  • bruschetta tradicional.

Para os pratos principais da sua ceia, existem alguns que são bastante tradicionais. Além de deliciosos e fáceis de preparar, são elegantes na medida certa. Entre eles, podemos citar a famosa sopa de lentilha, pratos com peixes, arroz com amêndoas ou arroz farofado, porco assado — uma simpatia para obter sucesso no ano seguinte, pois consideram que o porco “fuça para a frente” — além de saladas variadas.

Seguindo as superstições, geralmente não vemos perus, frangos ou faisões nos cardápios de passagem de ano. O motivo é que esses animais ciscam para trás, sendo uma atitude associada ao retrocesso.

Faça sobremesas deliciosas

Depois dos pratos principais da ceia, todo mundo quer experimentar uma boa sobremesa. Certo? Então, vale apostar nas opções mais consagradas e também naqueles doces mais comuns, que agradam a maioria dos paladares.

O pudim de leite, o manjar de coco e a rabanada são características dos festejos de fim de ano. Contudo, você tem a possibilidade de preparar um mousse de chocolate, um arroz doce, uma torta alemã, um cheesecake ou, até mesmo, apostar em saladas de frutas, panetones e sorvetes.

Crie uma mesa de bebidas

O réveillon é uma festa vibrante, que merece um bom brinde! Por isso, incentive seus convidados a prepararem seus próprios coquetéis ou drinks. A ideia é montar uma mesa de bebidas, com duas ou três receitas simples e suas “fichas técnicas” dispostas para que eles possam ler e fazer.

Essa é uma maneira de deixar seus convidados mais à vontade, principalmente quando se trata de um réveillon em família. Cuide para que não falte vinho, coquetéis de frutas ou mojitos. Para a virada, reserve os espumantes!

Junto aos copos e taças, aja de modo sustentável e forneça canudinhos de inox, que são laváveis, reutilizáveis e esteticamente mais elegantes. Também deixe o bar mais divertido com enfeites e acessórios, como sombrinhas, flores ou frutas fatiadas.

Faça um checkup preventivo na cozinha

Em relação ao processo de como organizar um réveillon em família, você notou que os “comes e bebes” são um fator primordial? Por isso, vale conferir a situação da sua cozinha antes de começar a planejar os detalhes da ceia.

Imagine, por exemplo, se o seu forno parar de funcionar bem na hora dos preparativos, ou que alguma boca pare de acender e comprometa todo cronograma do dia. O contratempo estragaria toda a energia da festa, não é mesmo? Então, se seus eletrodomésticos não estão 100%, é uma boa ideia dedicar atenção a isso.

Agora que você já tem em mãos os principais passos para planejar o seu final de ano e já sabe como organizar um réveillon em família, chegou a hora de colocar o que aprendeu em prática. Não deixe as coisas para a última hora e comece conferindo se seus aparelhos domésticos estão funcionando bem para darem conta do recado.

Leu o post, anotou as dicas, mas ainda ficou alguma dúvida em relação ao assunto? Continue mais um pouco conosco e veja quando trocar o fogão: 7 malefícios de não realizar a troca quando necessário!

Posts relacionados

Deixe um comentário